Português Italian English Spanish

Olimpíada não terá público, e Tóquio ficará em estado de emergência

Olimpíada não terá público, e Tóquio ficará em estado de emergência


Preocupação com o avanço da variante Delta do coronavírus foi determinante para a decisão

O governo do Japão anunciou nesta quinta-feira, 8, o que a comunidade esportiva já esperava. Os Jogos Olímpicos de Tóquio, que começam em duas semanas, não contarão com a presença de público nos estádios, ginásios e arenas. Tóquio ficará sob estado de emergência durante a realização do evento.

Segundo o primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga, o estado de emergência vai durar até o dia 22 de agosto. Programada inicialmente para o ano passado, a Olimpíada de Tóquio foi adiada para 2021 por causa da pandemia de covid-19. Os Jogos serão disputados entre 23 de julho e 8 de agosto. A Paralimpíada acontece de 24 de agosto a 5 de setembro.

“Levando em consideração o impacto da variante Delta e para evitar que o ressurgimento de infecções se espalhe por todo o país, precisamos intensificar as medidas de prevenção ao vírus”, afirmou o premiê.

Ontem, como Oeste informou, o governo de Tóquio anunciou o cancelamento do tradicional revezamento da tocha olímpica, um dos principais símbolos da Olimpíada, nas ruas da capital japonesa. O evento deve ocorrer em um arquipélago nas ilhas Ogasawara, mil quilômetros ao sul de Tóquio. A partir da semana que vem, estão programadas cerimônias privadas para o acendimento da tocha, e não o revezamento habitual. A presença de público também está vetada.


-----------



Se você quer anunciar no Diário do Cerrado e fazer bons negócios aqui é o seu lugar. Venha para o Diário do Cerrado - ”Aqui a Parceria é certa”. Fale agora - (34) 999690040 (WhatsApp) - Acesse www.diariodocerrado.com.br

 ()*