Português Italian English Spanish

Argentina: fazendas leiteiras não podem mais cobrir seus custos

Argentina: fazendas leiteiras não podem mais cobrir seus custos


A lucratividade da fazenda leiteira média caiu em território negativo em abril, encerrando uma série de 13 meses em que as fazendas conseguiram pelo menos exceder seus custos de produção.

Os produtores de lácteos entraram no vermelho após o preço médio cobrado em abril, de US$ 43,68 (US$ 0,385), não ter sido suficiente para cobrir o custo de produção, estimado em US$ 44,71 (US$ 0,395) , segundo cálculos do Observatório da Cadeia do Leite Argentino (OCLA). ).

Como mostra o quadro a seguir, estavam muito longe de atingir uma rentabilidade de 5% , que é um valor mínimo para tornar o negócio sustentável. Para atingir esse limite, eles deveriam ter recebido US$ 51,31 (US$ 0,453) .

Imagem 1. Rentabilidade das fazendas leiteiras

rentabilidade tambo argentina
Fonte: Relatório OCLA 

Ou seja, para cada litro que produzem, as fazendas leiteiras perdem em média US$ 1, e para alcançar um retorno de 5% teriam que ganhar quase US$ 8 a mais. “A taxa média de retorno caiu em abril de 2022 a uma taxa de -0,5% , quando a referida taxa foi de 0,4% no mês anterior e 0,9% no mesmo mês do ano anterior”, disse a OCLA.
 

Aumento de custos 

O principal problema das fazendas leiteiras é o forte aumento dos custos : em janeiro eles dispararam 10% em relação a março , até agora este ano subiram 31,3%, e em relação ao ano passado aumentaram 62,1%.

"Essas variações indicam claramente que os custos de produção aceleraram no primeiro trimestre do ano e principalmente no último mês devido ao aumento dos preços de concentrados, fertilizantes, agroquímicos e combustíveis, entre outros", resumiu a OCLA.

Imagem 2. Índice de preços e variações

O problema é que o aumento dos custos supera em vários pontos o preço cobrado pelas explorações leiteiras, segundo dados da Direcção Nacional do Leite.

*Milkpoint - As informações são do Infocampo, traduzidas e adaptadas pela equipe MilkPoint. Você consegue acessar relatório completo da OCLA aqui. 

 

 

 

Haverá uma Terceira Onda da Covid-19?

Voto computado com sucesso!
CORONAVÍRUS
Total de votos:
SIM
NÃO

 

Colunistas

          

 
 
Marcos Remis dos Santos 
(Marcão)