Português Italian English Spanish

Produtor: como não depender apenas do mercado do leite?

Produtor: como não depender apenas do mercado do leite?


Possuir um entendimento da conjuntura do mercado é importante, mas olhar para dentro da porteira também.

A cadeia láctea tem sua dinâmica moldada por vários aspectos, os quais refletem diretamente no preço do leite pago aos produtores. Variáveis pós-porteira como o preço do milho e do farelo de soja — principais grãos que compõem a dieta das vacas leiteiras —, volumes de importação de leite, disponibilidade per capita de leite, demanda por lácteos e os preços praticados internacionalmente se relacionam e configuram uma relação de causa e efeito.

Os efeitos tanto “positivos” quanto “negativos” impactam diretamente no bolso dos produtores de leite brasileiro. Possuir um entendimento da conjuntura do mercado é importante, mas olhar para dentro da porteira também. Com ações estratégicas os produtores são capazes de minimizar os efeitos do mercado do leite na margem de lucro da atividade. A questão é: quais são as oportunidades existentes nas propriedades que podem fazer do leite um bom negócio?

Sem dúvidas, a dieta do rebanho é primordial, visto que os custos de produção com a alimentação representam a maior parte dos custos de produção nas fazendas de leite. Com as oscilações nos preços do milho e do farelo de soja, é possível ajustar a dieta das vacas sem interferir na produtividade e composição do leite? Como conciliar a alimentação do rebanho com a rentabilidade?

A qualidade do leite é outro ponto importante. Quanto custa um leite de qualidade? Quanto custa o tratamento de doenças como a mastite? Qual o impacto dos gastos com medicamentos no final do mês? Como o conforto e bem-estar animal refletem na rentabilidade dos produtores?

Como os índices econômicos e de produtividade técnica que impactam na lucratividade das propriedades? Qual o papel da produtividade por animal, taxa de concepção, estoque de capital e produção por área?

E os parâmetros de reprodução e genética? Como cada propriedade pode ajustá-los visando uma maior produtividade? Como adequá-los a cada tipo de manejo? Sobre as bezerras e novilhas, como manejar de forma eficiente a reposição da fazenda?  

Todos os pontos citados acima serão discutidos por especialistas no MilkPoint Experts Feras da Rentabilidade, que ocorrerá online nos dias 14/03, 21/03, 28/03, 04/04, 11/04 e 18/04. Além de profissionais referência da pecuária leiteira, produtores de sucesso também compartilharão suas experiências e conhecimentos. O que podemos aprender com os negócios leiteiros bem-sucedidos?

Se você quer ter um leite rentável, o Feras da Rentabilidade é o seu lugar. No site do evento você pode conferir a programação completa e se inscrever, acesse aqui. Vamos juntos fazer do leite brasileiro um negócio sustentável e lucrativo?

*Acesse Milkpoint e saiba mais

 

 

Haverá uma Terceira Onda da Covid-19?

Voto computado com sucesso!
CORONAVÍRUS
Total de votos:
SIM
NÃO

 

Colunistas

          

 
 
Marcos Remis dos Santos 
(Marcão)