Português Italian English Spanish

Servidores da Segurança ameaçam protesto para cobrar recomposição salarial

Servidores da Segurança ameaçam protesto para cobrar recomposição salarial

Data de Publicação: 10 de setembro de 2021 10:58:00
Categoria se reuniu por meio de audiência pública na Cidade Administrativa

Representantes da segurança pública de Minas Gerais serão recebidos pelo Secretário de Governo de Minas Gerais, Igor Eto, até o dia 17 de setembro para negociar a recomposição salarial dos servidores com as perdas inflacionárias.

Nessa quinta-feira (9) cerca de 5 mil servidores da segurança, entre policiais militares, civis, penais e agentes socioeducativos estiveram na Cidade Administrativa em uma audiência especial da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

Após a reunião, os servidores fizeram protesto queimando caixões na MG-10, que chegou a ser fechada nos dois sentidos por alguns minutos. O deputado estadual Sargento Rodrigues detalha a audiência.

"Os argumentos para vetar o projeto em março de 2020 não se sustentam mais. Este ano, o governo tem previsão de arrecadar R$ 19,5 bilhões a mais do que no ano passado. Vendeu a folha de pagamentos dos servidores por R$ 2,4 bilhões e ainda economizou com a reforma da previdência cerca de R$ 3 bilhões", afirmou.

"O Governo assinou o compromisso em ata. Portanto, ele deve duas parcelas. Caso a negociação não avance, voltaremos para a Cidade Administrativa no dia 14 de outubro e, com certeza, o governo terá muito problema porque todos irão acampar na Cidade Administrativa", completou.
  
Em nota o Governo de Minas informa que os deputados foram recebidos pelo secretário de Justiça e Segurança Pública, Rogério Greco, pelo chefe da Polícia Civil de Minas Gerais, Joaquim Francisco Neto e Silva e pelos comandantes da Polícia Militar, coronel Rodrigo Sousa Rodrigues, e do Corpo de Bombeiros, coronel Edgard Estevo.
 
A nota detalha a questão financeira delicada do estado de Minas e fala sobre o esforço para o pagamento no quinto dia útil do mês, para o anúncio do cronograma e para o pagamento de férias-prêmio, entre outras questões pontuais.

A nota conclui dizendo que a situação econômica não é confortável, mas o Governo de Minas tem se dedicado para conseguir, mesmo com o cenário pouco favorável, trazer melhorias para os servidores, pois reconhece o trabalho valoroso que eles prestam.

 

-----------



Se você quer anunciar no Diário do Cerrado e fazer bons negócios aqui é o seu lugar. Venha para o Diário do Cerrado - ”Aqui a Parceria é certa”. Fale agora - (34) 999690040 (WhatsApp)

 ()*